004

FEITIÇARIA SEXUAL (Helio Kerykeion)

Imagem

Feitiçaria Sexual é um é um dos aspectos mais importantes do Ocultismo Moderno por revelar um método de Magia que é encontrado no próprio corpo humano. Por ser uma tradição que une tanto o ocidente quanto o oriente a Feitiçaria Sexual combina técnicas de diferentes escolas e correntes espirituais.

As técnicas de Feitiçaria Sexual da Ordo Umbrae Lucet  têm pouco a ver com os Cultos Tântricos de origem hindu com sua ascese, rituais devocionais (bhakti) e pujas de oferendas aos deuses tântricos. Entretanto, seus ritos e práticas foram adaptados de acordo com ambiente oriental e hoje incorporam uma mistura de elementos multiculturais derivados do Taoísmo MágicoGnosticismo Egípcio,  Shivaísmo Tântrico Fórmulas Kabalísticas dos Grimórios Medievais.

Acreditamos que nossos métodos contêm os meios para pleno estabelecimento dos contatos com inteligências não-humanas tais como Elohim (espíritos planetários), Tulkus (projeção de entidades superiores), Daemons (gênios da Natureza), Seres Astro-KlipóticosEspíritos Familiares etc, todos capazes de dotar o/a feiticeiro (a) com conhecimentos e poderes sobre-humanos.

Os segredos da Feitiçaria Sexual são baseados numa compreensão do uso das secreções do organismo dentro de uma forma específica de prática ritual. Os fluidos sexuais do macho e da fêmea contém nutrientes tanto físicos quanto para-físicos, sendo usados numa forma de eucaristia gnóstica . Nos textos alquímico-herméticos do oriente e do ocidente os fluidos sexuais femininos são chamados de “Leão Vermelho” (o Enxofre Alquímico) e as secreções masculinas como a “Águia Branca” (O Sal Alquímico). A resultante da combinação desses fluidos é simbolizada pelo Mercúrio Alquímico. Já segundo Aleister Crowley em seu livro “Magick in Theory & Practice”, estes fluidos, quando combinados (hétero ou homossexual) formam uma substância conhecida como Amrita. Esta substância forma a base de muitos trabalhos mágikos,  e é também conhecida como a “Pedra Filosofal“.

No organismo físico, o controle das correntes eletro-magnéticas do Sexo implicam a inibição dos usuais resultados do orgasmo. Ou seja: na feitiçaria sexual a libido não é atirada a terra, mas é magicamente dirigida para encarnar em uma forma especialmente preparada para a sua recepção, por exemplo: um talismã, um sigilo, um yantra, um vevé ou qualquer outro veículo para a força divina invocada.

Na Feitiçaria Sexual isto é realizado junto a fórmula de Horr-paar-Kraat (Seth) onde o feiticeiro (a) silenciosamente concentra suas forças mentais em direção a um ponto. Ele vibra os Nomes Divinos; isso cria um stress na Luz Astral. Ele então prossegue para a Fórmula Luminosa de Ra-Horr-Khuit (Hórus).

A corrente trasbordante de energia ilumina a imagem e a arremessa para dentro da Luz Astral cravando-a nos campos mórficos. O método de vibrar a imagem e mergulhá-la nas profundezas do estrato inconsciente (Amenti) é muito importante na Feitiçaria Sexual.

Sob certos aspectos da Feitiçaria Sexual a imaginação-sexual, luxuriosa, pode até mesmo ser útil. A verdade é que 99% das relações sexuais acontecem por pura atração física. A diferença é que na Feitiçaria Sexual a atração física, os desejos, o tesão e a luxúria devem estar exaltados ao máximo, ainda que sob total controle, e direcionados a um objetivo totalmente alheio, indiferente mesmo, ao ato sexual. Aqui pensamento unidirecionado (ekagrata) a um objetivo é que fazem toda a diferença.

Temos que nos lembrar que até mesmo luxúria, desejo e tesão (Carta 11 do Tarô de Crowley), são atributos de Babalon, que ele renomeou Lust , é uma representação de Babalon cavalgando o Leão (a Besta, Instintos animais ). O problema é que a maioria das pessoas confunde essa carta com hedonismo deliberado, sexo desregrado. Na verdade essa carta representa os instintos animais sob domínio da Vontade ou consciência do Adepto. Ou seja, até mesmo a luxúria bem conduzida (sob vontade) pode e deve ser usada como meio para despertar a shakti-kundalini no organismo humano.

As duas fases da Fórmula de Baphomet (IAO).

A Feitiçaria Sexual é dividida em duas grandes partes: excitação para sublimação e excitação para o orgasmo. Com a sublimação você domina a energia da excitação e a faz girar para dentro e para cima, através dos níveis de densidade, até induzir o transe visionário.

Já na excitação para o orgasmo você obtém a energia da excitação, gira-a para fora e para baixo, em direção a Malkut, até manifestar sua Verdadeira Vontade, por meio da intenção da Obra específica que está executando. Além de sua própria potência, os fluidos sexuais trazem o poder dos chakras neles contidos (kalas), fornecendo uma soberba substância para ungir e carregar objetos Mágickos como talismãs, amuletos e sigilos, assim como eligires sacramentados para a força e a saúde do magista.

Por isso a necessidade de talismãs, sigilos ou objetos que sirvam para estabelecer um Elo Mágicko com o plano físico e “aterrar” a energia sexual (ojas).  Aliás, o sucesso da Obra de Feitiçaria Sexual solitária (sem parceiro físico) vai depender muito de sua habilidade em concentrar-se mental, emocional e astralmente no seu símbolo, durante o desenvolvimento da operação mágicka, seja este símbolo um sigilo, forma-deus ou imagem final do resultado pretendido.

Você pode também se oferecer em prazer para uma entidade não-humana (que tenha relação com aquilo que você deseja obter com sua magia).

Neste método você oferece invoca um deus, anjo, demônio etc;  para dentro de você e depois oferece a ele/ela a alegria de seu próprio prazer, permitindo que eles o experimentem na sua carne.

Reciprocamente, a entidade invocada irá patrocinar a manifestação de seu desejo.

Depois que você ungir o sigilo no papel com o elixir (kalas), coma-o, queime-o, enterre-o, afunde-o na água ou use o método que preferir para destruir sua existência no plano físico.”

ATENÇÃO:

Para evitar presença de vampiros astrais e entidades não afins com o rito faça um banimento completo, visualize-se cercado por uma aura dura como o diamante, com uma forma oval azul resistente e impenetrável a qualquer coisa fora de você mesmo, mas aberta para seus propósitos pessoais (aquilo que vc deseja atrair ok?). 
Sele-a com o símbolo do Olho de Hórus, imaginando que brilha no chakra de seu coração.